21 FEVEREIRO 2018
Quinta-feira, das 12h às 15h
 
VAMOS CONTAR HISTÓRIAS AO TELEFONE
POR SKYPE E WHATSAPP
Telefone: (+351) 910 864 713
Linha de skype: escreverescrever1

 
 
 
 
Onde quer que esteja, ligue.
Nós contamos, em direto, uma história só para si ou para um grupo em alta voz.
 
À hora de almoço, abra os ouvidos e o coração.
Porque as histórias também alimentam.
 
Há quanto tempo ninguém lhe conta uma história ao ouvido?

No dia 21 de fevereiro, das 12h às 15h, quem telefonar para Escrever Escrever poderá ouvir uma história. E para quem está longe, estaremos ligados via Skype e WhatsApp.
Do outro lado da linha, contadores de histórias, de viva voz, em direto e sem gravações, estarão prontos para lhe contar uma história, só para si ou para um grupo específico em alta voz.
Pode telefonar quando lhe apetecer, entre as 12h e as 15h, mas também pode marcar uma hora contactando-nos previamente por mail (info@escreverescrever.com).

Vamos ter histórias de aventura, de amor, de suspense; histórias com princesas, com animais ou com ogres; histórias de vida e de ficção, histórias para rir, para chorar por mais, para ficar a pensar. Histórias para os mais pequenos e para os adultos. Vamos ter histórias para todos os gostos e feitios.
 
Inspirados no livro de Gianni Rodari, “Contos ao Telefone”, a Escrever Escrever vai fazer as histórias passarem de boca a ouvido, de coração a coração. Queremos que as histórias sigam pela linha do telefone e entrem pela hora de almoço, nas casas e nos escritórios e nas escolas, lembrando que a ficção também alimenta. Que cheguem a quem está sozinho, às instituições, às salas de aula, a quem vai em viagem, a quem está numa sala de espera com a senha 223, a quem está longe, e já nem se lembra da última vez em que alguém lhe sussurrou ao ouvido uma história em português.

Contos ao Telefone é uma iniciativa da Escrever Escrever para marcar a passagem da Estafeta de Contos, que percorre todo o país de sul a norte, um projeto da Biblioteca de Beja que nasce no encontro de narração oral Palavras Andarilhas.