Há quanto tempo ninguém lhe conta uma história ao ouvido?

Telefone: (+351)210 962 158
Linha de skype: escreverescrever1


No dia 26 de novembro, das 8 às 11 horas da noite, quem telefonar para Escrever Escrever vai poder ouvir uma história. E para quem está longe, estaremos ligados via Skype.

Do outro lado da linha, contadores de histórias – de viva voz, em direto e sem gravações – estarão prontos para lhe contar uma história, só para si ou em alta voz. Sem valores acrescentados e ainda com direito a escolher o tipo de conto que quer ouvir.

Vamos ter histórias de aventura, de amor, de suspense; histórias com princesas, com animais ou com ogres; histórias para rir, para chorar por mais, para ficar a pensar. Histórias para os mais pequenos e para os adultos. Vamos ter histórias para todos os gostos e feitios.

Inspirados no livro de Gianni Rodari, Contos ao Telefone, a Escrever Escrever vai fazer as histórias passarem de boca a ouvido, de coração a coração, seguindo não o fio do telefone, mas o fio da emoção. Queremos que as histórias entrem nas casas, ganhem lugar à mesa de jantar e se aninhem nas beiras das camas. Que cheguem a quem está em casa, a quem vai em viagem, a quem está sozinho e a quem se prepara para sair à noite, a quem está longe e já nem se lembra da última vez em que alguém lhe sussurrou ao ouvido uma história em português.

Contos ao Telefone é uma iniciativa da Escrever Escrever para assinalar a passagem da Estafeta de Contos por Lisboa – iniciativa que percorre todo o país de sul a norte, projeto da Biblioteca de Beja, que nasceu no encontro de narração oral Palavras Andarilhas.

Pode telefonar quando lhe apetecer, mas também pode contactar-nos previamente e marcar uma hora para lhe telefonarmos ou telefonarmos a alguém a quem queira oferecer esta experiência. A chamada também pode ser feita em alta voz, para um grupo.

Dia 26 de novembro, a noite vai ser de sonho.

É só ligar, fechar os olhos e deixar-se levar.