Se o conceito de Poetry slam o intriga e gostava de saber mais e experimentar este novo veículo para dar voz às palavras, este é o momento.

Ministrado pelos formadores Mick Mengucci* e Cristina Borges**, o workshop Poetry slam: da escrita criativa à oralidade visa transformar os poemas que tem na cabeça em música cantada.

O que é o PortugalSLAM?

O PortugalSLAM (Festival Internacional de Poesia e Performance) decorre entre 12 e 30 de Setembro em dez locais espalhados por Portugal. A Escrever Escrever é parceira pelo segundo ano consecutivo.

E o Poetry Slam, o que é?

Nascido em pleno Chicago na Green Mill Tavern, conquistou os Estados Unidos da América  e, progressivamente a Europa e outras partes do mundo. A palavra Slam refere-se hoje em dia a uma poesia de autor, escrita para ser dita e não apenas lida. É tida cada vez mais a nível internacional como um meio de expressão artístico e popular.

 

* Mick Mengucci é músico, performer e engenheiro, com um PhD em Processamento Digital de Imagem. Trabalha como músico guitarrista e cantor, dinamiza workshops de criação de bandas musicais com crianças e adultos, workshops de Poetry Slam, aulas de Programação Criativa em artes digitais e cria instalações interactivas. Fundou o Poetry Slam Lisboa e Laboratório de Interacção e Oralidade (LabIO).

** Cristina Borges licenciou-se em Comunicação Social na Universidade Nova de Lisboa em 1988 e fez o primeiro curso de Jornalistas de Rádio da TSF. Também estudou línguas, teatro e escrita criativa. Foi copywriter durante cerca de 15 anos em agências de publicidade e continuou depois como freelancer. Deu aulas práticas de publicidade, organizou uma campanha para os direitos da crianças, colaborou com os Movimentos Perpétuos para Carlos Paredes, escreveu histórias infantis.