Escrita erótica


Formadores:

Joana Almeida

«Humor, simpatia e bom gosto. Este curso foi uma “pouca vergonha”...e ainda bem.» (F. Ferreira)

«Foi uma primeira experiência que serviu para me (nos) libertar (mos). Foi bom para começar a escrever (sem preconceitos). Certamente que vou continuar.» (Luís)

«Ainda não consigo escrever textos com palavrões, mas saberei redescobrir os sinónimos que existem na Escrita Erótica. (...)» (José)

«Foi muito interessante pela desinibição que proporcionou, de uma forma simples, precisa e simpática.» (Emília)

«A experiência foi muito boa. O ambiente, o à vontade, o acompanhamento, os temas abordados, tudo deixou um “bichinho” para continuar a explorar esta área e este gosto que temos por este tema.» (Maria)

«Aprendemos a lidar com as palavras, a brincar com as palavras e a digerir que este tipo de palavras não ferem o ouvido. Criamos e partilhamos intimidade. Descobrimos e descobrimo-nos.» (Teresa Pereira)

 

Descrição

A sensualidade da escrita. O arrepio nas letras de cada palavra. O erotismo que está em cada um de nós sussurra-se ao ouvido, ou desenha-se na Escrever Escrever. Em segredo, entre os lençóis da discrição.

Numa carta de amor (e de sexo), num conto, num blogue, em revistas, num livro, a volúpia está nas linhas (e nas entrelinhas) da ponta dos dedos, nos silêncios e nos gemidos tímidos ou exuberantes; sobretudo na coragem que temos para nos despir em palavras e surpreender-nos a nós mesmos e ao nosso objeto de amor, paixão, sexo. Depois de ler ou reler o erotismo dos outros, escrever a sua própria intimidade – com o poder total sobre a quem permite a leitura de tal segredo.

Objetivos

  • Ler e analisar textos da escrita erótica mais conhecidos;
  • Aumentar o vocabulário erótico e descobrir possíveis encenações sexuais na escrita;
  • Praticar a escrita erótica e sexual – sensual.

Plano de sessões (sujeito a alterações)

  • Apresentação da formadora e formandos;
  • Análise à volta do erotismo, pornografia e arte;
  • Apresentação de fantasias sexuais masculinas e femininas mais comuns;
  • Leitura e análise de textos eróticos: desde Anais Nin, Henry Miller, Mário Vargas Llosa, Urbano Tavares Rodrigues, Maria Teresa Horta, David Mourão Ferreira, Marques de Sade, revistas, livros de cordel e blogues, entre outros;
  • Chuva de ideias de vocabulário sexual e metáforas sexuais, encenações sexuais e fantasias;
  • Exercício de escrita de crónica erótica com base em imagens;
  • Exercício de escrita de texto erótico livre e pessoal;
  • Avaliação do curso e da motivação pessoal para escrever erotismo pessoal e (in) transmissível.

 A quem se destina

  • Maiores de 18 anos, com círculo vermelho em todas as sessões;
  • Todos os que tiverem curiosidade de explorar a sua sexualidade, por escrito;
  • Quem gosta de fantasiar sobre o corpo e as relações, para solteiros, casais, do sexo oposto ou do mesmo sexo.

A confidencialidade e a exposição pessoais dependem inteiramente da vontade de cada participante, sem forçar entrada no mundo íntimo de ninguém – é este o ponto de partida, mesmo sem saber até onde chegaremos. Para surpreender o parceiro ou parceira, antes do corpo, nas palavras; para se surpreender a si mesmo, a ler e a escrever, a sentir e a fazer sentir.

Consulte o blogue do curso de escrita erótica: http://www.escrevererotismo.blogspot.com/?zx=c86148fde58044c8

 

De 29-09-2012 a 29-09-2012

Horário:

Sábado

Dia 29 de setembro

11h - 18h | 65€

Inscrever nesta edição do curso | voltar


Copyright © 2014 - Escrever Escrever, Lda.
Powered by: CanalPT