Próximas edições

10 de setembro a 17 de setembro
domingo das 10h às 16h30
Valor: 120 € + 18 € matrícula
Duração: 10.00 horas
Formador(a): Fausta Cardoso Pereira

O difícil não vai ser começar, mas sim parar.

 

Sinopse

Não existem fórmulas para escrever um livro. Existem caminhos possíveis e, uma vez iniciada a viagem, as descobertas serão únicas e individuais. Cada autor tem o seu método e este curso pretende ajudar e motivar os participantes a encontrar o seu. Para tal, serão desenvolvidos exercícios nas sessões e fora delas. O curso assenta nestes exercícios, mas também no debate. Pretende-se que os participantes experimentem diversos caminhos e que terminem o curso com experiências e ferramentas úteis para iniciarem o seu livro de uma forma autónoma, criativa e livre.

 

Bastante elucidativa – proporcionou-me grandes ideias e momentos de inspiração para me organizar e ganhar cada vez mais confiança para escrever mais e melhor. (Tânia Neves)

Um incentivo fundamental para quem quer escrever e não sabe por onde começar. (Margarida Rebelo)

 

Descrição

O curso visa motivar os participantes a iniciarem o processo único e individual de escrita de um livro. Através de exercícios práticos e da discussão de temas relacionados com a leitura, a escrita e o método, os participantes irão iniciar um caminho de descoberta. Atenção: pode não haver retorno...

 

Objetivos

  • Motivar a leitura crítica;
  • Motivar a prática da escrita;
  • Auxiliar o processo único e individual da escrita de um livro.

 

Destinatários

Destina-se a todos os que praticam a escrita e pretendem sistematizar ideias sobre como o processo de escrita de um livro pode começar. Não é necessário ter já uma ideia sobre o que se pretende escrever, porque o mais importante é ter vontade de conhecer e encontrar pistas para iniciar o processo.

 

Programa

  • Ler e escrever
    • Ler, porquê? - o que se passa na nossa cabeça quando lemos romances.
    • Escrever, porquê? - a importância do registo.
  • Começar, por onde?
    • Ideias - a escuta ativa, as dúvidas e a necessidade de homenagear.
    • O início da história - a importância do primeiro parágrafo.
    • Personagens - a importância de conhecer as personagens.
    • Diálogos - as características de um bom diálogo.
    • A escrita - mostrar em vez de contar.

–